Com experiência no currículo

Formado no parlamento

Rodrigo Rollemberg assumiu o primeiro mandato como deputado distrital há 16 anos. Logo no começo, enfrentou um dos maiores desafios da legislatura: foi relator da CPI da Grilagem de Terras no Distrito Federal. Entre os projetos, ele aprovou o Corujão, que garantia transporte público durante a madrugada, e o projeto Orla, de democratização das margens do Lago Paranoá. Quem acompanhou a atuação de Rollemberg na CPI relata que o enfrentamento dele com envolvidos nos episódios de grilagem foi impressionante.

Antes, em 1996, no governo do então petista Cristovam Buarque, Rollemberg assumiu a Secretaria de Turismo, Lazer e Juventude. Foi dele a ideia de abrir os monumentos e prédios públicos para visitação. Ele também foi responsável por tirar do papel o Projeto Orla. À época, implantou o Polo 3 (Pontão do Lago Sul) e o Polo 11 (a Concha Acústica). A ideia do turismo cívico e do rural em Brasília também veio na gestão dele.

Rollemberg não teve sucesso na tentativa de se eleger governador em 2002. A convite do então ministro de Ciência e Tecnologia, Eduardo Campos, Rollemberg assumiu o cargo de secretário de Inclusão Digital. Na pasta, criou a Olimpíada Brasileira de Matemática nas escolas públicas.

Como deputado federal e senador, esteve no centro de discussões polêmicas, como a Lei da Ficha Limpa, voto aberto e Lei da Transparência. Propôs ainda a redução pela metade do número de assinaturas para a apresentação de projetos de iniciativa popular. Na Câmara dos Deputados, foi líder do PSB por dois anos e coordenou a bancada do DF. À época, o grupo conseguiu recorde de liberação de recursos para a capital cerca de R$ 129 milhões.

Ele também presidiu a comissão do Fundo Social do Pré-Sal. Em pelo menos duas oportunidades, Rollemberg aprovou proposta de interesse dos agricultores. Uma emenda à MP 460/2009, transformada na Lei Federal nº 12.049/09, assegurou a titulação direta das áreas rurais do DF. Em outro projeto, criou a norma que incentiva o produtor rural que adota o sistema integrado de pecuária-agropecuária-floresta.

No Senado Federal, Rollemberg conseguiu aprovar o substituto ao PL 74/2010, conhecido como a lei geral dos concursos. O projeto está na Câmara dos Deputados onde passará por votação. Também saiu da caneta do parlamentar o substitutivo ao PL 649/2011, que regula as parcerias entre as entidades do terceiro setor e o setor público. Também foi no Senado que Rollemberg conseguiu mudar as regras para a transferência de recurso do Fundo Constitucional Centro-Oeste. Ele derrubou uma barreira que limitava em 20% os repasses para o setor de comércio e serviços, uma área predominante na economia do DF. Após a mudança, os recursos praticamente dobraram. (Foto: Divulgação)

Senador Rodrigo Rollemberg (PSB-DF) declara seu apoio ao projeto (PLV 6/12) que tem o objetivo de facilitar financiamentos para a compra de bens e serviços de tecnologia destinados a pessoas com deficiência

 

 

Perfil/Rodrigo Rollemberg

» Partido: PSB

» Uma vez deputado distrital

» Uma vez secretário de Turismo, Lazer e Juventude

» Uma vez secretário de Inclusão Digital do Ministério da Ciência e Tecnologia

» Uma vez deputado federal

 

» Uma vez senador

» 110 projetos apresentados na Câmara dos Deputados e no Senado Federal

» Três aprovados

» Três substitutivos aprovados

 

 

Destaque na saúde

O candidato ao Governo do Distrito Federal Jofran Frejat se elegeu deputado federal cinco vezes seguidas. Ingressou em 1987 e encerrou o último mandato em 2011. Fez parte dos parlamentares que ajudaram a escrever a Constituição Brasileira. Como deputado constituinte, ele é o autor da emenda que criou a licença-maternidade. Também é dele a proposta que garantiu ao Distrito Federal a autonomia política. Mas foi como secretário de Saúde que Frejat consolidou a carreira política na capital.

Frejat conduziu a pasta quatro vezes. A primeira delas no governo de Aimé Lamaison (1979 a 1982); depois, na gestão de José Ornellas de Souza Filho (1982 a 1985); e duas vezes com Joaquim Roriz. Quem acompanhou a atuação de Frejat conta que a descentralização da saúde, com a construção de uma rede de postos, é a grande marca dele.

Outra característica de Frejat, segundo aqueles que estiveram do lado dele, é a capacidade de se antecipar aos problemas. Em uma das passagens pela pasta, quando houve ameaça de cólera no DF, Jofran teria adotado medidas preventivas. Nas gestões como secretário de Roriz, o médico recebeu carta branca do governador para cuidar da saúde do DF. Na campanha de 1990, quando Roriz registrou em cartório as 50 metas do seu governo, todas as propostas de saúde foram escritas por Frejat.

Fidelidade partidária, porém, não é o forte de Frejat. Enquanto era parlamentar, trocou de partido quatro vezes. Os dois primeiros mandatos foram pelo PFL. Nas três eleições seguintes, estava em legendas diferentes: PP, PPB e PTB. Agora, disputa o Palácio do Buriti pelo PR, partido no qual ingressou em 2007.

Como deputado federal, Frejat não conseguiu emplacar muitos projetos. Ele apresentou 37 propostas entre PLs, PECs e PLCs. Dessas, aprovou o PL que rebatizou o aeroporto de Brasília como Aeroporto Internacional Juscelino Kubistchek. A mudança no nome da capital federal foi proposta em 1995 e transformada em lei em abril de 1999. As outras 28 propostas acabaram arquivadas e as nove restantes ainda tramitam.

Entre as que dependem de aprovação, o candidato destaca a proposta que concede direito a recolher o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e a indenização por demissão, aviso-prévio e seguro-desemprego aos trabalhadores nomeados em cargos comissionados do serviço público. Outro projeto que ainda corre é o que propõe a transformação da carreira médica em carreira de Estado, semelhante ao modelo diplomático usado atualmente. Com isso, abre-se oportunidade de distribuir médicos pelo território nacional de acordo com os interesses do país. (Foto: Divulgação)

O candidato Jofran Frejat

 

 

Perfil/Jofran Frejat

» Partidos: PFL, PP, PPB, PTB e PR

» Cinco vezes deputado federal

» 37 projetos apresentados

» Um aprovado

» Duas emendas à Constituição Federal de 1988

» Quatro vezes secretário de Saúde

 

Comentários

comments

Fernando Corrêa

O blogdofernandocorrea.com é uma produção gráfica e editorial da Edita Comunicação & Serviços Gráficos. Jornalista Responsável: Fernando Corrêa da Silva - DRT/DF Reg. Prof. 222 Contatos: 61-32053825/ 61 - 984014424 ( Claro/Zap) E-mail: sobradinhohoje@gmail.com

Você pode gostar...

Deixe uma resposta